Buscar
  • luizaferracini

Cuidado! Você pode estar boicotando o seu emagrecimento

Não é novidade que emagrecer é vontade de muita gente, certo? Desde mesas de bar até dentro de consultórios médicos e de nutricionistas esse é um dos assuntos mais presentes, afinal, a alimentação faz parte da vida de todos nós.


A insatisfação com o peso vem aumentando cada vez mais, graças a um padrão social de corpo que para muitos é irreal (seja por biotipo, rotina, etc.), e a frustração por não alcançar esses objetivos pode virar patológica. Muitas vezes quando queremos muito algo e ao mesmo tempo nos frustramos, acabamos boicotando esse objetivo se nos darmos contas.


Por isso, juntei alguns pontos de atenção para você que está em um processo de emagrecimento e não tem visto resultado:

  • Alinhe suas expectativas - se você está esperando perder 10kg por semana, calma lá! Dependendo do seu peso, o ideal será 1 a 2 kg por mês, e estará ótimo! Vale lembrar também que o peso não é o nosso único parâmetro para o emagrecimento.

  • Não conte calorias - provalmente ao contar calorias você fará compensações que não fazem sentido. É possível que mesmo perdendo peso, você ganhe mais gordura, e isso não é emagrecer.

  • Não busque por milagres - cápsulas redutoras de medidas, alimentos termogênicos, suplementos... tudo isso é a cereja do bolo. Se a base da sua alimentação não estiver balanceada, nada disso funcionará.

  • Durma bem - existem hormônios que são produzidos durante o sono que favorecem o emagrecimento, e por isso uma boa noite de sono é essencial.

  • Evite beliscar entre as refeições - sabe aquele amendoim, o pedacinho de queijo, as uvinhas e tudo mais que você pega no meio da tarde? Conta para o balanço energético do dia, e pode afetar o seu emagrecimento.

  • Coma proteína - para evitar aquela fome de leão no final do dia/noite é importante que ao longo do dia você associe carboidratos e proteínas (viu como só contar as calorias não funciona?).

  • Não tenha medo da comida - o pensamento 8 ou 80 vai fazer com que você enfie o pé na jaca em algum momento. Vale mais aprender a se alimentar bem e de tudo um pouco do que restringir de segunda a sexta e soltar o pé no final de semana.

  • Estipule suas prioridades - você não vai conseguir priorizar tudo sempre (trabalho, família, vida social, treinos, alimentação). Vale pensar o que faz mais sentido para você e colocar mais energia nisso, para evitar a frustração de não dar conta de tudo.

Existem muitos pontos além desses que necessitam cuidados e atenção. É esse tipo de atitude que vemos em consultório e desconstruímos para que o paciente consiga engrenar e chegar aos seus resultados. Como eu sempre digo, de nada adianta fazer dieta e deixar de comer tudo o que gosta, se não os resultados não serão levados para o resto da vida.


E você? Cansou de viver em sanfona ou de estar com o corpo estagnado? Agende já sua consulta para mudarmos isso juntos!


83 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo