Buscar
  • luizaferracini

4 motivos que fazem sua perda de peso andar para trás

Está tentando emagrecer e parece que nada funciona? Já passei por isso também. Você controla tudo o que consome (na maioria da vezes) e quando se pesa (coisa que já fiz diariamente) nada abaixa o peso.


Emagrecer, principalmente com saúde, é um processo longo, mas que não precisa ser sofrido. Muitos de nós começamos uma dieta restritiva pensando "agora vai" e depois de dias jogamos tudo para o alto novamente. Mas por que isso acontece?


Saber o que comer é a parte mais fácil. Hoje mesmo fiz uma pesquisa sobre itens procurados no google, e o que mais aparece com o termo "dieta" é a quantidade de calorias a serem consumidas. Ok, podemos pegar uma dieta de 1500 kcal no Google e colocar em prática. Sem mistério, não é mesmo?


Acontece que sabemos que isso não funciona, porque comer é muito mais do que ingerir calorias. Comemos também por prazer e emoções (positivas e negativas) e também como um ato social. A maioria das pessoas faz a dieta restritiva do Google de segunda a quinta-feira e na sexta acredita "merecer" o descanso dessa alimentação diferente - e sofrida.


E aí está o primeiro motivo pelo qual você não está conseguindo atingir seus objetivos: está vendo o processo como "dieta", com início, meio e fim (e algumas - muitas - escorregadas no meio do caminho). Nem preciso dizer que normalmente abandonamos antes do fim, e quando chegamos no fim temos dificuldade em manter os resultados, porque na nossa cabeça "acabou" o processo.


Veja o processo como modificação de estilo de vida e aproveite isso. Eu mesma, no longo processo de perda de peso que tive, deixei de aproveitar muitas vitórias pelo vislumbre do "peso final". Essa mudança de pensamento só trará benefícios.


Outro motivo que pode prejudicar é não cumprir com o que foi estabelecido para o objetivo final e dizer que está tudo bem, ou como citei acima, o "eu mereço". Já atendi pacientes que, ao preencherem o diário alimentar, acabavam se dando conta desses pequenos "deslizes" que antes nunca foram contabilizados. Isso pode acontecer com a taça de vinho depois de um dia cheio, o chocolate depois do almoço no escritório ou o happy hour de comemoração com amigos.


Lembre-se que o comer é social e o prazer tem que fazer parte do processo de emagrecimento, mas quando esses momentos se tornam a rotina ao invés da exceção é porque não conseguimos modificar o pensamento de dieta e aproveitar o processo. Faça com que esses momentos de prazer também contribuam para o seu objetivo final.


O terceiro motivo que atrapalha a perda de peso é a preguiça, que muitas vezes nos impede de cozinhar e faz com que busquemos opções rápidas, fáceis e sem sujeira - comer fora ou pedir delivery. Mas como espantar a preguiça?


A verdade é que você não espanta. Existem duas formas de lidar com a preguiça: ou você se mantém organizado para na hora da preguiça só esquentar a comida ficar mais fácil do que pedir, ou deve-se colocar na cabeça que nem sempre estaremos com vontade, mas a alimentação deve ser a prioridade. Além disso hoje temos diversas opções de delivery e restaurantes saudáveis (meus pacientes recebem um guia deles) para os momentos de aperto.


O último motivo, mas não menos importante, é se pesar com frequência. Tendemos a ver muito menos resultados quando fazemos dessa forma, e a chance de desistência do emagrecimento aumenta quando não vemos esse resultado. Como disse acima, já passei por esse processo e lembro da frustração de subir na balança depois de um dia de alimentação "perfeita" e ainda ter ganhado algumas gramas. É difícil sair desse ciclo vicioso, mas, caso seja necessário, tire as pilhas da balança ou a esconda dentro do armário.


Liberte-se desse número e preste mais atenção ao que realmente importa: veja o resultado em suas roupas, na leveza do dia a dia, na qualidade do seu sono, etc. Tire um momento do dia para se olhar no espelho e notar as diferenças, sem que um número precise dizer isso para você. Como muitos já sabem, a balança é só UM, entre diversos métodos que temos para avaliar o emagrecimento.


Importante ressaltar que nem sempre a diminuição do número da balança vai ser sinônimo de saúde, e por isso os outros parâmetros que citei acima acabam sendo de extrema relevância. Não deixe que um número coloque você para baixo ou que o faça se sentir menos capaz.

Se identificou com o texto? Agende uma consulta para conversarmos e lidarmos com cada um desses motivos, atingindo o seu emagrecimento saudável juntos!

38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo