Buscar
  • luizaferracini

7 dicas para controlar a ansiedade com a alimentação

Não é novidade que o ano de 2020 está testando os limites de muita gente quando se trata de ansiedade, não é mesmo? Sabemos que a quarentena, o medo do COVID-19 e mudanças na rotina podem bagunçar muito a mente, nos tornando mais ansiosos e, algumas vezes, baixando a nossa imunidade.

Nesse momento, mais do que nunca, é necessário que mantenhamos a calma e a imunidade em dia para estarmos menos propensos a carregar o vírus conosco. A alimentação pode fazer parte disso de diversas formas, positiva ou negativamente. Enquanto é possível que a rotina alimentar traga bons momentos e retornos positivos, também é possível que acabemos descontando as frustrações e a ansiedade nela.

Temos diversos pontos a serem observados e que podem nos ajudar em situações de ansiedade, e abaixo citarei alguns deles:

  • Crie uma rotina própria. Mesmo se estiver em casa, estipule pequenos momentos do dia que devem ser cumpridos, como o café da manhã, o almoço em um horário específico, etc. Sabendo qual é a próxima refeição, ficamos menos ansiosos e "beliscamos" menos. Isso vale também para tarefas domésticas e trabalho.

  • Use e abuse de chás. As infusões podem saciar a vontade de doce após o almoço, por exemplo, e ainda esquentar nos dias frios. Procure por compostos calmantes e que tragam alguma sensação boa.

  • Descubra o que é hábito e o que é vontade. O exemplo clássico disso é o "docinho após a refeição". Muitos pacientes não sabem dizer se sentem vontade todos os dias ou se comem só porque estão acostumados. É importante ouvir seu corpo para entender quando ele realmente precisa de um docinho.

  • Não deixe de consumir legumes e verduras. Quando estamos ansiosos, tendemos a consumir mais alimentos, e isso acontecerá com o que tiver dentro do seu prato. Diminuindo as porções de arroz e feijão e aumentando os legumes e verduras você terá a mesma sensação, mas com menos calorias e mais saúde.

  • Não coma na frente da televisão. Aproveite o momento da refeição para prestar atenção ao que está sendo consumido e confraternizar com quem estiver por perto.

  • Não deixe a preguiça vencer. Cozinhar ocupa a mente e faz com que consigamos aproveitar ainda mais a refeição. Junte sua família e faça disso um bom momento. Além disso, que tal deixar a tele-entrega para uma ocasião especial?

  • Realizar exceções faz parte. O processo de construção de uma alimentação saudável também depende de momentos de exceção. É importante não se culpar, e sim aproveitar a comida gostosa dessas situações.

O grande "pulo do gato" é trocar momentos que gerariam ansiedade por momentos de prazer dentro da cozinha e refeições. Não deixe que a alimentação seja mais um ponto de estresse, e a aproveite como algo positivo.


Quer modificar ainda mais seus hábitos e melhorar sua alimentação? Entre em contato para marcarmos uma conversa e alcançarmos juntos o seu objetivo!

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo