Buscar
  • luizaferracini

Autocrítica: vilã ou aliada?

"Você cobraria de seu melhor amigo tanto quando cobra de si mesmo?"


Essa é a pergunta que eu tenho me feito cada vez que me sinto pressionada a produzir mais, ser mais saudável, dar conta de tudo e ainda conseguir me divertir muito. Somos consumidos por obrigações e vivemos no mundo das redes sociais, onde aparentemente todos dão conta de tudo, menos nós.


Alguns dias atrás vi em algum post algo do tipo "pare de pensar que você não dá conta de tudo, e se pergunte como dá conta de tanto", e isso fez muito sentido. Quando estamos no automático sempre acreditamos que não estamos entregando todo o nosso potencial, e de certa forma isso nos move. Porém, cada vez mais vemos situações como "Síndrome de Burnout", crises de ansiedade e depressão, que podem vir com essa cobrança.


Para muitas pessoas a perda de peso é um dos fatores que geram ansiedade e que anseiam por perfeição. E o questionamento que fica é, POR QUE isso fica em primeiro lugar? A perda de peso não deveria ser consequência de um estilo de vida saudável, onde se tem mais disposição, bons hábitos e bom relacionamento com a comida?


A grande jogada para que isso deixe de ser um problema é literalmente parar de torná-lo um problema. Ser mais leve em relação à alimentação pode sim emagrecer. No momento em que você para de se culpar e de contabilizar cada deslize, o número de deslizes diminuem, a ânsia por doces também (porque é a ansiedade que gera essa vontade, na maioria dos casos).


Vejo diariamente no consultório relatos de pacientes que sabendo que podem consumir doces quando tiverem vontade (e eu ensino a diferenciar essa vontade de ansiedade), acabam comendo menos. Agora pense, você age dessa forma? Como está o seu relacionamento com os doces (ou comida em geral)?


O pensamento de dieta, aquele clássico que ouvimos ao longo da vida toda, de que tudo o que é bom engorda, realmente irá engordar. Isso acontece porque quem tem esse tipo de mentalidade exagera constantemente nas quantidades consumidas quando algo é mais pesado, pois "já saiu da dieta mesmo". E isso gera mais ansiedade, menos vontade de recomeçar e mais pensamentos sabotadores.


É, a realidade pode ser mais simples do que você imagina. Nós descontruímos nosso relacionamento com a comida ao longo da vida, e agora se iniciou um novo movimento para que o construamos novamente. Isso nos fará mais calmos, menos críticos com nós mesmos e assim levaremos a vida mais leve.


Também é importante ressaltar que o estresse é uma das causas para doenças cardiovasculares, que hoje são responsáveis por mais de 50% das mortes no mundo. A necessidade de produzir e entregar mais, além de manter um padrão estético perfeito e aparecer para o mundo de forma perfeita geram grande estresse. Diminuindo um pouco esses fatores, conseguiremos também auxiliar na prevenção desse tipo de doença.


E você, está esperando o que para alinhar experctativas com você mesmo e reduzir alguns pontos de estresse em sua vida? Agende agora sua consulta para mudarmos isso juntos!



13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo