Buscar
  • luizaferracini

Devo utilizar aplicativos de contagem de calorias?

Durante muito tempo o nutricionista era visto como prescritor de plano alimentar, e se trazia a ideia de que a contagem de calorias era o ponto mais importante da consulta e prescrição. Com isso, surgiram muitos aplicativos de contagem de calorias, que são acessíveis não só para profissionais, mas também para pacientes.


Nesses aplicativos os pacientes conseguiam "anotar" tudo o que consumiam e ver a contagem de calorias e macronutrientes, entendendo o quanto estavam ingerindo. Uma pergunta muito comum no consultório era "mas nutri, quantas calorias tem minha dieta?", e isso era usado justamente para essa contagem posteriormente.


Ao longo do tempo o mercado de Nutrição foi se modificando, e hoje são poucos os pacientes que perguntam exatamente quantas calorias devem consumir. Isso vem do papel do nutricionista de mostrar que as calorias são o menor dos problemas, e do paciente de entender que dietas de X kcal estão no Google, mas mesmo assim não aguentamos segui-las.


Agora, existe algum problema em contar calorias?


Na teoria, não muitos. A contagem de calorias realmente facilita um défict calórico, que é o que nos leva a perda de peso. Dá uma sensação de controle maior para o paciente, onde ele entende que pode escolher o que comer, desde que não ultrapasse X kcal.


Na prática, existem diversos problemas:

  • A distribuição de macronutrientes e qualidade da alimentação pode ficar prejudicada. "Se um frango empanado congelado e fazer uma carne na hora tiverem calorias semelhantes, por que eu escolheria a segunda opção?", sendo que a qualidade desses alimentos e os ingredientes são completamente diferentes.

  • Você pode virar refém da contagem de calorias. Já vi pacientes que "bitolaram" com as calorias. Não deixavam de contar nem a limonada que acompanhava o almoço... e todos os extremismos são prejudiciais.

  • Maior risco de desenvolver transtorno alimentar. O seu excesso de controle pode gerar descontrole, e quando consumir a mais do que o estipulado, é comum que se busque por métodos compensatórios (extremamente negativo).

Vale lembrar que existe um tipo de estratégia chamada de dieta flexível, que quando feita com o devido acompanhamento e conhecimento, pode ser positiva para alguns pacientes e objetivos específicos.


Na prática, converse com seu nutricionista para entender se a contagem de calorias e macronutrientes é o ideal para você. Aqui trago pontos comuns para pacientes saudáveis que desejam perder peso, mas sabemos que em algumas patologias a contagem de nutrientes se torna essencial.


Quer entender qual a melhor estratégia para você? Agende já uma consulta para conversarmos melhor sobre isso!

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo