Buscar
  • luizaferracini

O que comer antes do treino para emagrecer?

O pré e pós-treino são dúvidas muito comuns entre os praticantes de atividade física. Vejam que aqui no título falo em emagrecimento, que é uma estratégia diferente do que se o paciente estiver buscando por aumento de musculatura. O que comer antes do treino para emagrecer gera muita dúvida e pode sim prejudicar o seu processo de emagrecimento.


Vamos começar pelo básico: se você está buscando por emagrecimento, estamos falando em restrição de calorias (que devem ser feitas com qualidade), então nesse momento fugiremos de suplementos de proteína ou hipercalóricos. Aqui trabalharemos com comida de verdade. Vejo muita gente que começa a praticar atividade física - com o intuito de perder peso - e no outro dia já está na loja de suplementos caindo na lábia dos vendedores.


Segundo ponto: qual o nível de sua atividade física? Você costuma sair suado? Uma hora de corrida, por exemplo, é muito diferente de uma hora de musculação ou pilates, em termos de gasto energético. São tipos de exercício diferentes (aeróbico e anaeróbico), que geram respostas no nosso corpo diferentes. Nesse momento, dependendo da intensidade, talvez não seja necessário adicionar alimentos em função do exercício físico (afinal, seu objetivo é perder peso - gastar mais calorias do que você consome).


Algo que devemos nos atentar é a não comer "de menos" antes de treinar. Mesmo falando em emagrecimento não podemos ter medo da comida. Nada de treinar em jejum por medo de engordar e depois se sentir mal ou ficar fraco, pois isso prejudica o ganho de massa magra (e mesmo esse não sendo o seu principal objetivo, a massa magra é muito importante para o emagrecimento).


Com essas informações já podemos ter uma ideia, não é mesmo? Siga sua rotina normalmente. A não ser que você esteja fazendo um treino de altíssima intensidade, cumpra a rotina alimentar que você está acostumado e treine nesses intervalos. Cuidado para não treinar de barriga cheia - sugiro esperar pelo menos 1:30h para a digestão. Na volta do treino, faça a próxima refeição o mais breve possível, para repor energias. O ideal é que o pós-treino seja uma grande refeição (almoço ou jantar), mas se isso não for possível para você, tudo bem. Lembre sempre que o bom não é inimigo do ótimo, então nada de deixar de praticar exercício físico porque não tem como treinar nos horários ideais.


O meu objetivo é descomplicar a alimentação e a rotina. Sempre caberá uma alimentação saudável dentro da SUA rotina, sem que você precise se virar em 30 para fazer dar certo. O que sempre falo é: a melhor dieta é aquela que o paciente irá seguir, e isso também vale para o pr=e-treino.

 

Agende já sua consulta para ajustar sua rotina alimentar e potencializar seus resultados!



39 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo