Buscar
  • luizaferracini

Alimentos permitidos na dieta cetogênica

A dieta cetogênica é caracterizada pela diminuição de carboidratos na dieta (de 10 a 20%). Em uma alimentação normal, consome-se de 45 a 60% desse macronitriente diariamente. Esse tipo de dieta requer muito cuidado na hora da realização, e pode inclusive apresentar efeitos colaterais nos primeiros dias (como letargia, náuseas e dificuldade de digestão). Por ser uma estratégia de baixa adaptabilidade, não é recomendada para todos.


Dentro desse tipo de alimentação, reduz-se drasticamente os alimentos ricos em carboidratos como arroz, macarrão, batatas, pães, doces, leite e milho. Pela diminuição da variedade de alimentos nesse sentido, é necessário atentar-se para o consumo de embutidos e industrializados. Para que a dieta cetogênica seja feita de forma saudável, não deve-se consumir salsicha, presunto e demais variedades de embutidos também.


Então, o que sobra para ser consumido nesse tipo de estatégia?


  • A base da alimentação será de carnes e proteínas: A proteína nos dá saciedade e possui boa palatabilidade, por isso acaba sendo consumida em boa quantiadade.

  • Óleos, queijos, castanhas e sementes: Fontes de gordura, pois quando retiramos o carboidrato, não podemos compensar somente com proteínas. As gorduras também nos dão saciedade.

  • Legumes e frutas: São muito importantes nesse momento, pois são elas que nos darão os 10 a 20% de carboidratos, e de forma saudável. Além disso, esses alimentos possuem micronutrientes muito importantes para o funcionamento geral do nosso corpo.

É muito importante ressaltar que a alimentação não deve ser baseada somente em calorias e macronutrientes (carboidrato, proteína e gordura). Os micronutrientes (como falado nos legumes e frutas) são de extrema importância para que não tenhamos sintomas como queda de cabelo, unhas fracas, e situações mais graves.


Também não podemos deixar de resssaltar que esse tipo de estratégia, além da baixa adaptabilidade, pode causar transtornos alimentares. Atentar-se demais ao que se come é sinal de alerta. A alimentação deve ser leve, e não mais um estresse na vida do paciente. Há pessoas que já fazem uso da cetogênica sem rotulá-la dessa forma, e tudo bem. Porém, para outras pessoas, é muito desgastante esse cuidado geral com tudo o que se come, e nesse caso talvez seja melhor pensar em outras estratégias.


Além disso, essa dieta é contraindicada para pessoas com mais de 65 anos, crianças e adolescentes, gestantes e lactantes. Existem algumas patologias que também contraindicam essa estratégia, como diabetes descontrolado. Deve-se ter muito cuidado na hora da escolha da estratégia nutricional, pois assim como pode trazer benefícios, também pode gerar malefícios graves para nosso organismo.


Se o seu objetivo é perder peso, não se preocupe, pois existem outras formas de alcançá-lo. Perda de peso é gerada por défict calórico, e conseguimos atingir isso sem retirar fontes de carboidratos.


Hoje sabe-se que uma dieta considerada low carb é benéfica para o organismo, mas ainda existem controvérsias quanto à cetogênica. A estratégia que chamamos de "padrão ouro" para saúde e longevidade é a mediterrânea, que apresenta muitas características low carb, vale conferir.


E aí, quer saber qual a melhor estratégia para você? Agende uma consulta e elaboraremos juntos uma estratégia individualizada, que mescle características das dietas padrão e de adeque perfeitamente à sua rotina!

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo